Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

De domingo pra cá, já recebi pelo WhatsApp duas vezes a mesma mensagem de voz: uma voz masculina que alerta que crianças de até 7 anos podem ter microcefalia se infectados com o vírus Zica. Essa pessoa alega que é médico, que participa de outros grupos de médicos (no WhatsApp?) dos quais, segundo ele, participam também médicos ligados à FIOCRUZ.

No entanto, como em diversos outros Hoax que circulam na internet, essa pessoa não se identifica e cita uma instituição idônea (como é o caso da FIOCRUZ – Fundação Oswaldo Cruz) para dar credibilidade ao que está dizendo.

Para quem não sabe o que é Hoax, segue trecho explicativo extraído do sítio eletrônico Techtudo (http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2013/05/o-que-e-hoax-e-como-fugir-das-farsas-da-internet.html):

“Trata-se de boatos recebidos por e-mail ou compartilhados em redes sociais. Em geral, são mensagens dramáticas ou alarmantes que acompanham imagens chocantes, falam de crianças doentes ou avisam sobre falsos vírus. O objetivo de quem cria esse tipo de mensagem pode ser apenas se divertir com a brincadeira (de mau gosto), denegrir a imagem de uma empresa ou espalhar uma ideologia política.”

Desconfiei assim que ouvi. Para tirar a dúvida, consultei o sítio eletrônico da FIOCRUZ, na internet. Dentre as diversas informações disponíveis no site, sobre o vírus Zica, está a seguinte, datada de 27/01/16:

“Uma criança já nascida pode vir a ter microcefalia?

Não. A microcefalia não é uma doença transmissível, ela está associada a uma deficiência no crescimento do cérebro, dado pela doença intraútera, ou seja, uma infecção que ocorre dentro da barriga da mãe.

 Fonte: Agência Fiocruz de Notícias.”

https://portal.fiocruz.br/pt-br/uma-crian%C3%A7a-j%C3%A1-nascida-pode-ter-microcefalia

Portanto, aconselho as mamães e papais de plantão a não darem ouvidos ao alarde da mensagem, principalmente porque não está respaldada em nenhuma fonte confiável. É bem provável que se trate apenas de um boato espalhado para gerar pânico entre os pais.

É importante, sim, proteger as crianças com o repelente indicado pelo pediatra, mas com o objetivo de proteger da picada do mosquito Aedes Aegypti para que a criança não contraia dengue, zica ou chicungunya.

Qualquer informação que você precisar checar sobre o assunto, melhor buscar direto na fonte – a página que a FIOCRUZ criou especialmente para esclarecer a população sobre essas três doenças:

http://rededengue.fiocruz.br/

02/02/2016
microcefalia

Microcefalia em crianças até 7 anos? Mensagem viraliza no WhatsApp

De domingo pra cá, já recebi pelo WhatsApp duas vezes a mesma mensagem de voz: uma voz masculina que alerta que crianças de até 7 anos […]