Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

No início do ano ficamos todos chocados com a notícia da morte de um bebê, por asfixia, enquanto dormia em um berço desse modelo e marca. Após a notícia, o Inmetro determinou sua imediata retirada do mercado e ainda suspendeu o registro do berço. Naquela época, eu estava com bebê recém-nascido em casa e fiquei muito preocupada, pois tenho um berço portátil exatamente do modelo e marca mencionados.
A fim de garantira segurança do meu bebê, segui a orientação do Inmetro de não utilizar o berço e entrei em contato com a Burigotto, por e-mail (em 9 de junho de 2015 – 1 dia depois de ficar sabendo que o Inmetro havia determinado a retirada do berço do mercado), questionando se seria feito algum recall ou se seria tomada alguma outra medida de segurança para atender os consumidores que possuiam o berço Nanna.

Em 13 de junho recebi a resposta, também por e-mail, informando que a Burigotto estava aguardando o resultado de testes exigidos pelo Inmetro e que não havia sido determinado nenhum recall até o momento. Além disso, afirmava que eu poderia utilizar o berço normalmente, desde que “sem o uso de um colchão adicional até que seja feito o novo teste exigido pelo Inmetro, seguindo as instruções de instalação da base acolchoada conforme manual de instruções que acompanha o produto”.

Mesmo após a resposta da fabricante, não tive coragem de usar o berço. Morria de medo de acontecer alguma coisa com meu bebê. Fiquei esperando notícia de recall ou alguma outra providência e nada.

Após meses sem notícia sobre o assunto, já estava pensando em dar fim ao berço, quando, finalmente, nessa semana, fiquei sabendo do recall por meio da postagem de uma mãe que sigo no Instagram.

Entrei no sítio eletrônico da Burigotto e descobri que o atendimento de recall se iniciou em julho. Fiquei triste ao constatar que a empresa não se deu ao trabalho de me comunicar sobre o recall, mesmo depois de eu ter entrado em contato para saber o que fazer, mas feliz por ter descoberto a tempo de conseguir ser atendida. Afinal, o berço não foi barato e eu não estava nem um pouco satisfeita de ter um produto que não podia ser usado por causa da falta de segurança.

Também não sei dizer se foi dada a publicidade devida para a ação de recall, pois eu, que costumo acompanhar as notícias relacionadas a crianças e filhos na mídia, fiquei sabendo sobre o recall só agora e praticamente por acaso.

Enfim, constatei que no sítio eletrônico da Burigotto, há a orientação de que quem tem o Berço Nanna, referência IXBE5029, fabricado entre 1º de junho de 2008 e 30 de abril de 2015 deve entrar em contato com a empresa para receber, gratuitamente, um cesto complementar para ser utilizado dentro do berço e um novo manual contendo todas as informações para sua utilização”.

Para receber o cesto complementar, é necessário clicar no banner do recall e seguir as orientações para identificar se o berço que você possui está envolvido no recall.

Você deve checar o modelo, a referência e procurar no produto as etiquetas contendo o número Buri e o número de certificação do produto. Em seguida, deve inserir esses números nos campos indicados e clicar em confirmar, para ser direcionado à página contendo o formulário que deve ser preenchido com os seus dados para receber o cesto complementar.

Etiquetas com número de certificação e número Buri

Contudo, se você (como foi o meu caso), tem o berço que foi produzido em 2011, não vai conseguir fazer isso pelo site, pois o berço só tem a etiqueta com o número Buri. Não tem a etiqueta com o número de certificação. Nesse caso, será necessário entrar em contato com o fabricante, pelo número 0800 777 2298.

Se o atendente verificar, pelas informações prestadas, que o seu berço está envolvido no recall, solicitará que você envie a foto da etiqueta que tem o número Buri para o e-mail seguranca.consumidor@burigotto.com.br e então você receberá, também por e-mail o formulário a ser preenchido para receber o cesto complementar.

Solicitei à Burigotto que me desse uma previsão de prazo para o recebimento do cesto complementar, mas eles só responderam que eu receberei “em breve”. Tomara que seja!

Espero que esse post ajude pessoas que, como eu, possuem o berço Nanna e não faziam a mínima ideia de que o recall está ocorrendo.

Segue abaixo o link para a página eletrônica da Burigotto com o aviso de recall:

https://setor42.websiteseguro.com/burigotto/recall2/aviso_de_seguranca.php

 

 

 

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestmail

Facebookrssinstagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *